fbpx
R. João Franco de Oliveira, 1581 - Piracicaba, SP
Seg - Sex : 08h - 18h | Sab: 08h - 12h
(19) 99590-0362(Plantão Sáb, Dom e feriados)

Textos Técnicos

Close
(19) 3429-1444
Seg - Sex : 08h - 18h | Sab: 08h - 12h

O setor sucroalcooleiro brasileiro é referência mundial na produção de açúcar, etanol e energia da biomassa. Na cadeia produtiva da cana-de-açúcar, uma das etapas que tem grande representação nos custos de produção é o corte, transbordo e transporte (CTT), responsável por uma média de 45% dos custos totais da produção. No CTT o custo da colheita mecanizada representa 35%; pois a colhedora de cana-de-açúcar tem um alto valor de aquisição e grande custo de reparo e manutenção. De acordo com Angelo Domingos Banchi da Empresa Assiste de Piracicaba-SP o o CRM (custo de reparo e manutenção) representa 33% no custo global de operação de uma colhedora de cana, desdobrando esse CRM; peças de reposição representam 62% no custo de reparo e manutenção (CRM) de uma colhedora de cana, um valor considerável na operação.

Segundo Banchi o CRM tem como objetivo manter a operação do equipamento durante um período de tempo, melhorando sua condição, sendo que esse custo não promove uma valorização significativa no valor do equipamento ou venda do mesmo. O dispêndio com reparos e manutenção quando gerenciados de forma eficaz pode proporcionar uma redução no custo na produção da cultura.

A intervenção mecânica nas máquinas é extremamente importante e faz-se necessária pelo fato de estes equipamentos trabalharem de modo intenso e em condições severas durante um período longo, havendo um grande desgaste de peças e componentes, daí a importância de utilizar peças de qualidade e confiança que a Tratorag oferece.

Para que as colhedoras mantenham um alto nível de rendimento operacional durante a safra, é necessário reduzir o tempo de indisponibilidade mecânica, evitando-se possíveis quebras e manutenções corretivas, o que é alcançado quando se utiliza peças de qualidade.

Outro ponto essencial para uma boa relação custo/benefício da máquina é garantir que ela trabalhe com alta disponibilidade mecânica por várias safras, algo que só será alcançado se houver um investimento no período de entressafra. A faixa de variação é de 71,5 a 92% entre as usinas; quando novas as colhedoras de cana-de-açúcar têm a máxima disponibilidade e podendo atingir um mínimo em torno de 45% quando velhas.

Algumas usinas têm optado por fazer manutenções preventivas e contínuas durante a safra (minirreforma), eliminando as reformas de entre safra, reduzindo custo e aumentando a disponibilidade mecânica.

Artigos

A Tratorag em associação com a Duraface, oferece agora as melhores peças de reposição e itens de desgaste de alta
A lei estadual 11.941/2002, que estabelece como prazos para erradicação da queimada os anos de 2021, áreas mecanizáveis, e 2031,
A intensificação da colheita mecânica na cultura de cana-de-açúcar vem exigindo maior estimulo na utilização em colhedoras de cana-de-açúcar e
Para que se tenha eficácia no gerenciamento da manutenção automotiva, é de suma importância a existência de um banco de
Na edição anterior (Parte 1), demonstramos os fundamentos teóricos de custos com os equipamentos com ênfase nas parcelas dos custos
A determinação dos custos agrícolas, bem como a dos equipamentos, tanto motorizados quanto implementos, é ferramenta de suma importância para